Uso obrigatório do extintor extintor_800x459_img Full view

Uso obrigatório do extintor

O Departamento Nacional de Trânsito, Denatran, determinou uma nova data para o uso obrigatório do extintor ABC em todos os veículos.

A regra estava prevista para entrar em vigor no dia 1 de abril. Porém, a data foi adiada para 1 de julho.

De acordo com o Ministério das Cidades, o motivo para adiar a obrigatoriedade é que o equipamento continua em falta nas lojas.

A resolução determina: “carros de passeio, utilitários, caminhonetes, caminhões, ônibus, micro-ônibus e triciclos de cabine fechada devem utilizar o equipamento.”

Depois do dia 1 de julho, os motoristas que não cumprirem a determinação vão ter de pagar R$ 127,69 de multa e ainda receber cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação. Vale lembrar que veículos fabricados a partir de 2005 já são produzidos com os novos modelos, que têm validade de cinco anos.

De acordo com o Denatran, o extintor ABC tem capacidade de conter as chamas que ocorrem em equipamentos elétricos com energia, como é o caso da bateria e do alternador, por exemplo. Já o modelo anterior, chamado de AB, é capaz apenas de controlar fogo que vem de materiais sólidos, como plásticos, borrachas, madeiras, tecidos e líquidos inflamáveis.
Portanto, fique atento a essa determinação e viaje com um equipamento mais seguro. Verifique se o seu extintor já é o ABC. Caso não seja, procure uma loja de acessórios automotivos de sua confiança e faça a troca.

Uma resolução do Contran de 2004 estabeleceu que, a partir de 2009, todos os veículos deveriam sair de fábrica com o extintor do tipo ABC. Porém, a medida foi derrubada, e voltou a valer em 2009. Com isso, mesmo modelos produzidos entre 2004 e 2009 podem conter o equipamento do tipo BC.

Vale lembrar que o adiamento não desobriga o uso de um extintor automotivo, com prazo de validade em vigência. O não uso, ou uso de um item vencido também é passível de multa.

Apoio: MAN Latin America

Written by brasilcegonheiro

Deixe seu comentário